quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Homossexualismo à Luz do Espiritismo

Calma, Calma! Não precisa reclamar com relação ao título desta postagem, foi de propósito!

Eu sei, eu sei que o correto é chamar Homossexualidade... E é isso que eu vou explicar agora...

O sufixo "ismo" no passado era associado à doenças de distúrbios de personalidade. Esse significado porém, foi rejeitado pela própria OMS. Todavia o ranço permaneceu e a sociedade ainda relaciona com com o significado antigo.

Se pararmos para refletir sem os tabus e preconceitos sobre a linguagem, vamos observar que o prefixo ismo está muito mais ligado à ideologia, como por exemplo: Cristianismo, Budismo, Islamismo, Espiritismo, Helenismo, Estoicismo, etc.. Pensando por esse lado, falando em ternos de sexualidade, o termo homossexualismo acaba não sendo ligado à doença e sim à ideologia, o que também não me parece uma boa adequação, porque se pode optar por pelo Cristianismo, mas não se pode optar pela orientação sexual (depois de encarnado). Então, a referência mais adequada é Homossexualidade, Heterossexualidade, e daí por diante, certo?

Por que estou explicando isso? Para explicar a relação que existe entre a orientação sexual e o Espiritismo. E para começarmos na mesma página, eu quero que você já entenda uma coisa fundamental - Espírito não tem sexo, ok? - "pelo menos não como entendemos", como nos trouxe Allan Kardec em O Lìvro dos Espíritos, na questão 200. Isso porque, o sexo nos Espíritos não é morfológico.

Isso significa que o Masculino e o Feminino está presente nos espíritos em proporções distintas, cada um de nós Espíritos temos a "energia masculina" e a "energia feminina". Um homem, heterossexual, tem sua energia masculina maior que a energia feminina. O mesmo ocorre com a mulher e o mesmo raciocínio se aplica também ao homossexual.

Existem diversas cogitações para uma pessoa reencarnar como homossexual, mas não é o objetivo discutir sobre esse ponto aqui. O que é importante de fato é que o Espírito que escolhe (ou é submetido) à uma reencarnação nestes termos, tem uma razão fundamental por trás. Esta escolha se dá ainda na Espiritualidade, onde o Espírito e seus Mentores concluem que para a evolução do Espírito aquele é o melhor caminho - seja por prova, missão ou expiação.

Sendo assim, tudo o que Deus faz é perfeito. Se Deus criou diferentes formas de expressão, cabe-nos entendê-las e respeitá-las. Se ainda há muito preconceito sobre esse aspecto, é porque realmente ainda não entendemos os planos de Deus para a humanidade, estamos engatinhando e procurando compreender na medida que os séculos passam. 

Se você hoje não entende, não aceita, é uma opção sua. Agora, respeitar é uma obrigação!

E, reflita um pouco...Por que incomoda tanta gente a forma com que as pessoas fazem sexo?

Para saber mais, leia:


Assine o nosso blog para receber as postagens diretamente no seu e-mail, é simples, fácil e não enviamos spam! Só colocar seu e-mail ali do lado, clicar em assinar e pronto!