quinta-feira, 20 de agosto de 2009

O Espiritismo e os Fatos

O ponto em que o Espiritismo se apóia, que para uns pode ser questão de fé, é a possibilidade de comunicação com Espíritos que outrora viveram no plano terrestre como homens encarnados. Este ponto, por si só já é um fato que a Ciência, cega, não consegue nem provar nem refutar.

Podemos citar, por força do hábito, o mais famoso caso de comunicabilidade com os Espíritos desencarnados através da mediunidade do nosso saudoso Chico Xavier. A sua mediunidade, por ser mais ostensiva que a maioria dos médiuns conhecidos, brindava-nos não só com livros e mensagens magníficas de além-túmulo, mas também nos dá provas irrefutáveis de que ele servia de intermediário para a comunicação dos ditos falecidos com os seus entes queridos ainda em missão na Terra. Este é, acho que para os que não partilham da idéia Espírita, o mais conhecido fato que compõe o acervo de fatos que a própria Natureza nos mostra.

Podemos também rememorar os fatos das mesas girantes, que no século XIX serviu para Allan Kardec como ponto de partida para a codificação da Doutrina Espírita. Como este, centenas de milhares de outros casos podem ser vistos na História, muitas vezes atribuídos ao demônio, capeta, diabo ou satanás, que sabemos que nada mais foram, algumas das vezes, homens de moral duvidosa que habitaram corpos materiais e, após encerrar a atividade orgânica, não os tornavam santos na ultra tumba, permanecendo obsedando a sociedade.

Para não nos determos no perímetro do Espiritismo, podemos citar diversos cientistas, despojados da visão cartesiana que lhes são peculiar, pesquisam milhares de casos que sugerem a reencarnação nos quatro cantos do mundo. Um deles é Ian Stevenson, notável cientista que reuniu centenas de casos que sugerem não só a reencarnação mas também as Experiências de Quase Morte (EQM). Podemos citar também o filme espiritualista, Minha Vida em Outra Vida, baseado em fatos reais, que também é bastante esclarecedor com relação ao tema reencarnação.

Podemos também citar o cientista inglês William Crookes, que com suas experiências interagiu em plano físico com um espírito materializado de alguém que se denominava Katie King, inclusive eu recomendo fortemente àqueles que não acreditam no pós-vida, que pesquisem e leiam sobre este magnífico e corajoso cientista, que nos ofertou tão rico material de estudo.

Por fim, deixo-vos aqui um link para alguns vídeos, que foram transmitidos pela Discovery Channel, que falam justamente sobre algumas evidências que, para nós Espíritas, são provas irrefutáveis da Reencarnação.

Este post é uma resposta ao comentário do nosso amigo Magno ao post A Bíblia e o Espiritismo.

Os links contidos neste post são apenas referências para aquelas almas sequiosas de informações terem um ponto de partida para pesquisas mais dedicadas e aprofundadas.