quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Mobilização a Favor do Meio Ambiente

Que o meio ambiente está clamando por medidas urgentes para a sua conservação não é novidade para ninguém. Muitos países já estão tirando os planos do papel e colocando em prática. Os países Europeus, por exemplo, muito cuidadosos com o meio ambiente e estão empenhados mudando a cultura para favorecer o planeta, principalmente após o global warming, têm várias medidas interessantes e baratas para diversas áreas do meio ambiente, dentre elas a redução de emissão de gases na atmosfera por meio da diminuição de utilização de automóveis, utilização de bicicletas, carona solidária (carpool ou rideshare), etc.

Uma “solução verde” que seria boa, limpa, fácil implementação e barata é a eólica. Infelizmente o Brasil (e boa parte do mundo) ainda está preocupado com o Petróleo e utiliza-o como fonte principal de energia. Os derivados do Petróleo poluem demais o meio ambiente e são muito caros (às vezes caros só por conta de interesses econômicos). A eólica, apesar de mais fraca, pode ser explorada com o intuito de alimentar grande parte do nosso país-continente e diminuir o consumo desse veneno ambiental que é o Petróleo.

Enquanto o Brasil fica se engalfinhando com os nossos amigos que vivem ligeiramente ao norte por causa do gás natural, por que não gastar energias fazendo alianças com los hermanos Argentinos para explorar a eólica? Para conhecimento, a Argentina está com os tentáculos no Nordeste da Pátria Amada, local mais favorável para instalação dessa tecnologia, pois os ventos nesta região são hiperfavoráveis. E estão gerando energia pra eles no nosso solo.

Dentre outras formas de geração de energia, está a energia gerada pelo lixo urbano. Segundo pesquisadores, o lixo descartado nas cidades geram o metano, que é prejudicial ao solo, ao ar, à água, etc. Já existe tecnologia para utilizar o metano gerado pelos lixões e transformá-lo em energia.

Além disso, podemos falar de soluções verdes para o nosso dia-a-dia, como andar de bicicleta, evitar sair de carro em curtas distâncias, não jogar lixo no chão, etc. Claro, não podemos esperar que os governantes incentivem a nossa mudança de cultura através do meio-ambiente se não estivermos dispostos a mudar. Precisamos enxergar o problema, pois o planeta não está mais agüentando tanta poluição. Devemos nos lembrar que devemos deixar um planeta limpo e habitável para as nossas gerações. Lembremos também que não é a primeira nem a última vez que viveremos por aqui, portanto, cuide do planeta, ele merece!

Leia Também: