domingo, 20 de julho de 2008

Respeitar o Próximo

Eu estava vendo um documentário no YouTube que falava do último livro da Bíblia, o Apocalipse. Era um documentário que foi originalmente transmitido pela National Geographic. O documentário falava sobre a visão do Final dos Tempos que é transmitida pela Bíblia, tanto na ótica cristã evangélica quanto humanista.

Como é natural, haviam comentários nos vídeos de dois tipos de pessoas, religiosas (crentes e católicos) e aqueles que não têm religião alguma (assim penso eu). Os comentários dos religiosos eram sempre do tipo "Jesus voltará", "Aguardo por Jesus" e coisas do tipo. Nada anormal para pessoas que professam a fé Cristã, seja ela de qual linhagem for.

Porém, os comentários daqueles que não têm o que fazer foram os que me incomodaram bastante! Porque será que pessoas se dão o trabalho de ver um documentário deste gênero, adentrando em um círculo de pessoas devotas a sua crença, para somente escarnecê-los? Pensam eles serem superiores? Pensam eles serem detentores de uma verdade que ninguém mais sabe? Será que eles têm vontade de viver em paz com o mundo? Será que pensam que um dia o planeta terá uma só religião?

Não julgue ninguém pela fé, pela crença, julgue-a pelas obras. Mas antes de tirar o argueiro do olho do teu irmão, procure tirar a trave que está no teu olho. E lembre-se, você é tão falho e imperfeito como qualquer outro homem que está andando debaixo do sol neste planeta, seja ele um mendigo que se arrasta pelas ruas, seja um médico renomado que salva vidas no hospital. Todos temos o germe da imperfeição!

Não violenteis nenhuma consciência; a ninguém forceis para que deixe a sua crença, a fim de adotar a vossa; não anatematizeis os que não pensem como vós; acolhei os que venham ter convosco e deixai tranqüilos os que vos repelem. Lembrai-vos das palavras do Cristo. Outrora, o céu era tomado com violência; hoje o é pela brandura.
(O Evangelho Segundo o Espiritismo)