terça-feira, 2 de outubro de 2007

As Diversas Vidas

Uma representação das diversas vidas


Algumas vezes quando converso com espiritualistas que acreditam na reencarnação, percebo uma grande preocupação com duas coisas: ou a vida passada ou a futura. Mas e a vida presente? Diante de todo conhecimento que adquirimos com a Doutrina Espírita, temos sim preocupação com as vidas futuras, afinal, o que fizermos agora influenciará diretamente no futuro de alguma forma, mas não na vida passada, pois esta já foi a causa do que você vive agora, tanto de bom quanto de ruim.

Se pararmos para pensar, algumas pessoas que professam uma religião que abre espaço para a intelectualidade ou para saciar alguma curiosidade que não é resolvida com o conhecimento científico e/ou espiritual atual, preocupam-se mais com tais questões do que com a verdadeira essência da doutrina - o amor.

Como já foi escrito em um artigo anterior, Professar e Praticar tornam-se coisas totalmente distintas. Praticar algum rito, culto e/ ou dogma não vai fazê-lo melhor nem pior que um ateu. A Rerforma Íntima do Ser, que tanto falo nos artigos que escrevo e nas conversas com amigos, é o que deve ser o objetivo principal de todo o religioso. Como já disse Jesus: "Buscai primeiro o reino dos céus e as demais coisas lhes serão acrescentadas"; Neste caso, buscar o reino dos céus é encontrar dentro de cada um de nós, no universo que reside em nós, o amor que emana do Criador e partilhemo-o com os nossos irmãos.

Por fim, nada mais natural que nos aconselharmos sob da luz do Evangelho. Devemos sim nos preocupar com as questões científicas e filosóficas da nossa doutrina, pois faz parte e é um curso natural do nosso progresso, mas jamais devemos perder de vista os maiores ensinamentos que Jesus nos deixou: "Amai a Deus de toda a tua alma, com toda a força do teu Ser e de todo o teu coração e o próximo como a ti mesmo"

Artigos relacionados:


Não é muito o foco desse artigo, mas há quem precise de provas para acreditar em vidas passadas, reencarnação, etc. Por essa razão, deixo aqui para vocês uns videos como referência.



VIDAS PASSADAS

Caso #1


Caso #2


Caso #3