quinta-feira, 9 de agosto de 2007

A Reforma Íntima

No decorrer da nossa vida nos deparamos com situações difíceis que requerem soluções complexas. Muito desse conhecimento que precisamos para resolvê-las adquirimos nas nossas vidas passadas e, é claro, na nossa vida presente. Tudo que aprendemos tem um objetivo: aperfeiçoar-nos.

Com a perfeição as provas aumentam, o nosso fardo vai ficando mais pesado e o jugo de Deus para conosco, da mesma forma; quem é mais culpável, um doutor da lei que comete um crime contra a sociedade ou um indouto analfabeto que o comete da mesma forma?

Por isso, não adianta querer só adquirir conhecimentos da vida espiritual se não tiver o desejo de colocá-los em prática. Todo o conhecimento deve estar no nosso cotidiano a fim de podermos dar o exemplo para os que nos cercam, assim como fez o Cristo. Senão a nossa evolução intelectual não andará ombro-a-ombro com nossa moral e precisaremos retornar a este plano a fim de recuperar o tempo perdido.

Ter a vontade da Reforma Íntima requer muito mais esforço do que ler centenas de livros sobre um determinado assunto. De nada adianta aprender algo agora e ter que voltar no futuro para colocá-lo em prática.

Muita Paz!