segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Riqueza é Pecado e Pobreza é Castigo?


Ainda é muito comum o ato de buscar a prosperidade financeira ser repudiado, especialmente por aqueles que não dispõe de boas condições financeiras. Isso porque, buscar a prosperidade financeira honestamente através do resultado do próprio esforço, impõe ao aspirante a mudança do seu modo de pensar sobre diversos aspectos, o que naturalmente acaba fazendo com que os interesses sejam diferentes, interferindo nas relações.

Claro que existe uma questão nesta busca que pode ser muito bem explicada pela psicologia social, mas não é deste aspecto que eu vou discorrer, mas sobre o atavismo religioso, que talvez tenha sua origem na psicologia social, porque depois de tanto estudar, percebo que tudo está ligado ao comportamento humano. Enfim...

Apesar de já vivermos em uma sociedade mais avançada, muitas pessoas se deixam levar pelas crenças impostas seja pela sociedade, seja pela religião e, apesar de desejarem ter prosperidade financeira, limitam-se, por medo. Há uma crença intrínseca de que todos os que são ricos obtiveram suas riquezas de forma ilícita e são mal caráter, da mesma forma os pobres são vítimas dos ricos. Você não acredita nisso, certo? 

Kardec já vem explicando na Codificação Espírita que a matéria está para servir a matéria. E que o Espírito nada leva quando regressa à pátria espiritual. Vem também explicando que há os tipos de provas, da Riqueza e da Pobreza e que ser Rico ou Pobre, não define caráter, definitivamente! Cada uma das condições carrega as suas provas e benesses. Aprenda isso!

Você precisa ler esse artigo também:

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Crise e Espiritualidade


Todos os grandes eventos que a humanidade passa, tem sua origem no plano Espiritual. Para os mais familiarizados com o Espiritismo, frequentando grupos de estudo, palestras e eventos, já deve ter ouvido a máxima de que "O mundo material é  uma cópia imperfeita do mundo espiritual".

É bem provável que quando você ouve essa afirmação, pensa apenas nas coisas legais e materiais, né? Por exemplo, se aqui tem internet 4G, como será no plano espiritual? Se aqui tem Smartphones poderosíssimos, como será do lado de lá? E os transportes, a organização urbana, etc... Sim, do lado de lá é tudo mais avançado, conforme os relatos dos Espíritos, inclusive fazer o bem é mais fácil!

Além das inteligências do Bem, existem também as inteligências devotadas ao mal (ainda que temporariamente). Os truques de maldade também existem do lado de lá e não devemos fechar os olhos para isso! Da mesma forma que nós combatemos o mal aqui, inclusive com armas, do lado de lá também se combate o mal, inclusive com armas!

Naturalmente, assim como existe uma organização para o Bem, que tem uma hierarquia, propósito, valores e uma missão muito clara de transformar os terráqueos em Homens de Bem, em contrapartida também existem aqueles que se organizam para o mal, cujas intenções exatamente opostas, querem fazer predominar as questões mais voltadas ao egoísmo e orgulho.

Quando nós pensamos na influência que os Espíritos exercem na nossa vida, é preciso entender que a influência se dá de acordo com o nosso estado vibracional, certo? Acho que já falei isso em outras oportunidades aqui no blog. Se estamos com pensamentos elevados, as nossas energias impedirão que as inteligências menos nobres se aproximem (pelo menos não tão fácil), o contrário é, facilitamos a aproximação destas inteligências quando os pensamentos estão em desarmonia com as Leis Divinas.

Colocando tudo no mesmo raciocínio, a organização do mal e as influências espirituais, é fácil entender que tais influências não existem só sobre o homem comum, mas sobre os dirigentes de uma nação, por exemplo. Quando os governantes e os homens que têm poder e influência sobre uma nação ou um grupo (religiosos, inclusive), estão com os pensamentos menos elevados, voltados para o interesse próprio, ao egoísmo, orgulho, naturalmente abrem-se as portas da influência negativa, dando uma grande facilidade para que as organizações trevosas tentem estabelecer os seus tentáculos para colocarem seus planos em ação, levando-nos a concluir que guerras, genocídios, pestes, crises econômicas, e políticas podem ter a influência das trevas.

O que precisamos entender é que apesar do mal, o Bem sempre triunfa e ele, além de estar em maior número, tem a força que mal nenhum pode combater. Porém, é parte do nosso processo evolutivo ter que passar por essas situações e nos colocarmos vigilantes, somos agentes do bem em serviço, com a missão de semearmos o bem, contribuir para que a psicosfera (ambiente psíquico-espiritual) possa ser cada vez mais purificada a fim de conseguirmos chegar onde precisamos chegar - no Bem Universal.

Preciso ser religioso para purificar o ambiente espiritual? NÃO!

Já é mais do que provado que atitudes mentais positivas são ferramentas poderosíssimas não só para o bem estar físico de quem as possui, mas contribui efetivamente para o ambiente.

Buscar um estado de felicidade constante, ter uma atitude caridosa, evitar divulgar notícias ruins, desligar os telejornais e parar de ler as notícias sensacionalistas de cunho capitalistas, são todas medidas que irão contribuir para que a psicosfera fique mais branda, mais limpa.

Se você conseguir, em vez de apenas evitar as coisas ruis, agir de maneira a semear a positividade, as boas ações, aí você será um agente do Bem - fazendo a diferença no mundo, de verdade.

Não é dentro dos templos e dos centros espíritas que iremos mudar o mundo. O soldado ele treina no quartel, mas é no campo de batalha que ele vence a guerra, colocando tudo o que aprendeu em prática!

Quais são os pensamentos que mais pairam na sua mente? Como você tem contribuído para tornar o mundo um lugar melhor?

Aprenda mais...

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

O Corpo Fluídico de Jesus

Eu não sei exatamente de onde surgiu este tema, mas o que eu conheço, surgiu de uma obra de um contemporâneo de Allan Kardec que se chamava Jean Baptiste Roustaing. Ele foi autor de uma série de livros intitulados Os Quatro Evangelhos - A Revelação da Revelação.

Antes de começarmos a falar sobre o tema especificamente, é importante dizer que a obra que ele relata que Jesus tinha um corpo fluídico foi recebida por uma única médium, chamada Émilie Collignon. Segundo crêem os adeptos desta obra, ela foi intermediária dos evangelistas Mateus, Lucas, Marcos e João, cuja escrita da obra foi coordenada por Moisés (aquele do velho testamento) e tinha como objetivo trazer a real interpretação sobre os evangelhos canônicos. E até onde se sabe, não havia uma espécie de Controle Universal dos Espíritos, ou seja, o que saía das vias mediúnicas de Émilie, iria direto para o livro.

Dentre os diversos pontos controversos da obra de Roustaing, como dizer que a encarnação é um castigo, que a transição do princípio espiritual para o princípio inteligente se dá por um fator externo e de que a evolução de Jesus foi em linha reta (nunca errou durante suas encarnações iniciais), a que trás mais atenção à obra é o fato de afirmar que Jesus enquanto esteve na terra tinha um corpo fluídico, ou seja, ele não tinha um corpo humano.

Para um estudioso atento da Codificação Espírita, esta afirmação não deve passar em branco. O simples fato de Jesus não ter nascido em um corpo humano, como pressupõe Roustaing, já faria da vida de Cristo uma farsa. Ele não estaria sujeito às mesmas provações que um ser humano comum estaria, ou seja, ele não estaria sujeito a nada do que um corpo humano comum está sujeito, como por exemplo, a dor da crucificação.

E ainda usando a própria Codificação Espírita como base, não podemos crer que Deus revogaria as próprias Leis (Leis da Natureza) para colocar apenas um ser que não nasceu pelas vias normais! Se Jesus tinha um corpo fluídico, ele "não nasceu", certo? Mas você pode perguntar, mas Maria não engravidou? Sim, ela engravidou! Para Roustaing, Maria de fato era virgem quando engravidou. Acho que eu não preciso dizer que isso é impossível, certo? Não é possível uma mulher engravidar sem ter relação sexual, ou você ainda acredita nessa estória?

Uma das teorias que nos levam a crer que esta obra teve tamanha repercussão, foi pelo fato de que a religião predominante da época era o Catolicismo. E esta obra foi mais socialmente aceita, por colocar Jesus com os mesmos atributos que os católicos criam, além de darem um colorido novo para a queda dos anjos. Isso fez com que vários nomes ilustres considerassem essa obra (Bezerra de Menezes e há quem diga que Chico Xavier também era Roustanguista), porque era mais fácil aceitá-la do que ter uma real ruptura com o sistema de crenças da época.

Talvez você pergunte o motivo de a FEB até hoje editar esta obra. Talvez seja porque até hoje existam pessoas que acreditam que mulheres podem engravidar sem o intercurso sexual e que Deus revogue as próprias Leis para atender o pseudo-intelectualismo e crenças de algumas pessoas. Tendo todas essas reflexões conscientes, precisamos ficar atentos sobre os livros que a FEB diz que estão aderentes à Doutrina Espírita. Quem são as pessoas que fazem tal validação?

Para não tornar maior este artigo, encerro aqui trazendo uma manifestação do próprio Allan Kardec na Revista Espírita de junho de 1866, que dá por encerrado este assunto. Recomendo a leitura de todas as considerações de Kardec sobre as obras de Roustaing.
“Sem nos pronunciarmos pró ou contra essa teoria, diremos que ela é, pelo menos, hipotética (...) Sem prejulgar a obra de Roustaing, diremos que já foram feitas objeções sérias a essa teoria (do corpo fluídico de Jesus); em nossa opinião os fatos podem perfeitamente ser explicados sem sair das condições da humanidade corporal...”.(Grifo nosso) 

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Você não é Santo!


Na minha experiência religiosa de criança até hoje, aprendi uma coisa que me fez levar a vida de forma muito mais leve, com menos cobrança e mais saudável (sim, estou falando de saúde mesmo) sem me sentir um pecador digno do inferno...

Quando tomei a responsabilidade sobre a minha vida religiosa, eu ouvia os discursos nos púlpitos da vida que falavam sobre os mais variados temas voltados ao comportamento ideal, relacionamento ideal, adoração ideal, pregação ideal, caridade ideal... Tudo ideal. Na ignorância de um adolescente, buscava sempre o ideal, ou como prefiro dizer, a perfeição. Os exemplos que me eram trazidos invariavelmente eram de pessoas ilustres, os pontos fora da curva, o que me fazia crer que tínhamos que ser iguais a eles... [pausa]... Isso é só comigo?

Os anos se passaram e a frustração foi aumentando cada vez mais e inevitavelmente fui me sentindo cada vez mais pecador a ponto de me questionar o porquê de eu me esforçar tanto, pois sempre acabava sofrendo, reprimindo coisas que traziam cada vez mais problemas, não só de ordem psicológica, mas emocional e física!

Dentro dos templos da vida, "pessoas más" partilhavam do convívio, fazendo maldades de diferentes formas e eu ia me sentindo obrigado a conviver com essas pessoas e aturar as maldades... "tudo pelo amor", porque Jesus falou que devemos "amar os nossos inimigos"... [pausa] Será que sou o único?

Há alguns anos caiu a ficha sobre o tal "amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo"... E é exatamente sobre o "amar a si mesmo" que eu refleti e cheguei a uma conclusão mágica! Conviver com pessoas venenosas, malvadas, não era pra mim e eu não sou obrigado! Eu estava me desrespeitando! Eu estava deixando de amar a mim mesmo! Porque eu não estava no estado psico-espirito-emocional elevado o suficiente para lidar com as maldades sem que eu alimentasse em mim sentimentos menos nobres, como raiva, mágoa, rancor, etc.

De repente a ficha caiu, me dei conta de que eu não preciso sair por aí morrendo de amores por todo mundo! Não sou Jesus, não sou Buda, tampouco Chico Xavier... E tenho consciência que até chegar no nível desses ícones ilustres, eu vou ter que penar bastante! Eu tenho que respeitar a minha humanidade e a condição que eu me encontro hoje!

Agora eu escolho as pessoas que eu quero estar do lado. Eu sou humano, um espírito ainda imperfeito e em evolução. Preciso aprender a lidar com as dificuldades de forma gradativa - tanto as minhas quanto a dos outros. Não quero ser perfeito da noite pro dia!

Depois que eu comecei a agir dessa forma, a minha vida ficou mais feliz, alegre, plena, saudável em todos os sentidos, tanto emocional quanto físico!

O Progresso é mais importante que a Perfeição!

Leia Também: 



sábado, 17 de outubro de 2015

Como Ser Feliz

Eu publiquei recentemente um vídeo para o meu negócio sobre Coaching, que eu acho que é a dica mais valiosa, não só para o desenvolvimento profissional ou qualidade de vida (que é um dos aspectos que eu trabalho). Talvez essa também seja a dica mais valiosa para o desenvolvimento espiritual, eu acredito que é uma variável na fórmula da felicidade.

Assistam, e se gostarem, fizer algum sentido para você, compartilhe com os seus amigos!

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Homossexualismo à Luz do Espiritismo

Calma, Calma! Não precisa reclamar com relação ao título desta postagem, foi de propósito!

Eu sei, eu sei que o correto é chamar Homossexualidade... E é isso que eu vou explicar agora...

O sufixo "ismo" no passado era associado à doenças de distúrbios de personalidade. Esse significado porém, foi rejeitado pela própria OMS. Todavia o ranço permaneceu e a sociedade ainda relaciona com com o significado antigo.

Se pararmos para refletir sem os tabus e preconceitos sobre a linguagem, vamos observar que o prefixo ismo está muito mais ligado à ideologia, como por exemplo: Cristianismo, Budismo, Islamismo, Espiritismo, Helenismo, Estoicismo, etc.. Pensando por esse lado, falando em ternos de sexualidade, o termo homossexualismo acaba não sendo ligado à doença e sim à ideologia, o que também não me parece uma boa adequação, porque se pode optar por pelo Cristianismo, mas não se pode optar pela orientação sexual (depois de encarnado). Então, a referência mais adequada é Homossexualidade, Heterossexualidade, e daí por diante, certo?

Por que estou explicando isso? Para explicar a relação que existe entre a orientação sexual e o Espiritismo. E para começarmos na mesma página, eu quero que você já entenda uma coisa fundamental - Espírito não tem sexo, ok? - "pelo menos não como entendemos", como nos trouxe Allan Kardec em O Lìvro dos Espíritos, na questão 200. Isso porque, o sexo nos Espíritos não é morfológico.

Isso significa que o Masculino e o Feminino está presente nos espíritos em proporções distintas, cada um de nós Espíritos temos a "energia masculina" e a "energia feminina". Um homem, heterossexual, tem sua energia masculina maior que a energia feminina. O mesmo ocorre com a mulher e o mesmo raciocínio se aplica também ao homossexual.

Existem diversas cogitações para uma pessoa reencarnar como homossexual, mas não é o objetivo discutir sobre esse ponto aqui. O que é importante de fato é que o Espírito que escolhe (ou é submetido) à uma reencarnação nestes termos, tem uma razão fundamental por trás. Esta escolha se dá ainda na Espiritualidade, onde o Espírito e seus Mentores concluem que para a evolução do Espírito aquele é o melhor caminho - seja por prova, missão ou expiação.

Sendo assim, tudo o que Deus faz é perfeito. Se Deus criou diferentes formas de expressão, cabe-nos entendê-las e respeitá-las. Se ainda há muito preconceito sobre esse aspecto, é porque realmente ainda não entendemos os planos de Deus para a humanidade, estamos engatinhando e procurando compreender na medida que os séculos passam. 

Se você hoje não entende, não aceita, é uma opção sua. Agora, respeitar é uma obrigação!

E, reflita um pouco...Por que incomoda tanta gente a forma com que as pessoas fazem sexo?

Para saber mais, leia:


Assine o nosso blog para receber as postagens diretamente no seu e-mail, é simples, fácil e não enviamos spam! Só colocar seu e-mail ali do lado, clicar em assinar e pronto!

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Estamos com Novidades!



Depois de alguns meses sem aparecer por aqui, estamos de volta! Eu estou em um processo de transição de carreira, onde tenho dedicado muito tempo. Eu agora sou Coach! Quer saber um pouco mais? Não vou falar por aqui, porque não é o propósito deste blog, se você quer conhecer mais um pouco, visita o meu site profissional Ramon Barbosa | Life & Career Coaching - www.ramonbarbosa.com.br.

Voltando ao assunto principal, voltaremos às publicações, palestras e assuntos ligados ao desenvolvimento pessoal e espiritual (é possível fazer uma coisa dissociada da outra?). Acompanhem!

Por hora, queremos dizer que inauguramos uma funcionalidade onde você poderá receber as atualizações do nosso blog diretamente no seu e-mail! Ali do lado direito, tem uma caixinha com o título ASSINAR POR E-MAIL, onde você deixando seu e-mail, vai receber diretamente na sua caixa de e-mail a nova postagem! Bacana, não? Então vai lá, assina! Tô aguardando... pronto? Continuemos então!

Enquanto estamos preparando novos artigos, porque você não confere os diversos conteúdos bacanas que existem aqui?

Palestras - realizadas por mim e por outras pessoas
Chakras ou Centros de Força - Um apanhado para se ter uma noção geral sobre chakras
Mensagens Psicografadas - http://www.pensamentoshumanistas.com/search/label/Especial
Leis Morais - Resumão sobre as Leis Morais
Poesias - Poesias Espiritualistas
Vídeos Diversos - Vídeos Espiritualistas

Um Abraço e até breve!